Feeds:
Posts
Comentários

Pipoca

Acredito que todo mundo já ouviu falar da pipoca, mas realmente sabem o que é?

Pipoca é quem está fora dos blocos e dos camarotes, ou seja, quem não paga nada para se divertir!!!

Essa é uma das melhores características do carnaval de Salvador, você pode assistir tudo sem pagar 1 real!!! Mas é claro que para isso você sofre com empurra-empurra, não tem conforto… Mas acho que vale a pena sair na pipoca!!! São 7 dias de carnaval, dá pra sair em camarote, bloco e ir na pipoca!!!

A pipoca é muito legal… você encontra todo mundo. Tem lugares mais tranquilos e até tradicionais para ser pipoqueiro, como é o caso do beco de Ondina.

Se for pra pipoca, cuidado! Evite acessórios de valor, guarde bem o seu dinheiro e leve trocado!!! O carnaval de Salvador dá uma boa estrutura para os pipoqueiros, durante todo o percurso tem várias lanchonetes, ambulantes, banheiros químicos, postos de saúde, fiscalização e policiais!

Para quem não quer gastar dinheiro tem também as arquibancadas. Como se fosse um camarote. Você trica seu convite por um quilo de alimento. O problema é só pegar a fila para conseguir o convite… lota!!!!

 

Bjssssssssss

Todo mundo me pergunta qual é a estrutura de um bloco, então vou tentar explicar resumidamente.

Primeiramente você ganha um abadá, e cada dia tem um abadá específico. Os abadás tem um tecido diferente das camisas de micaretas e são super estilizados, com temas. Cada abadá tem uma parte que não deve ser cortada ou tirada, para evitar aqueles que querem fazer cópias. Para entrar no bloco tem que estar de abadá e com essa partizinha especial.

O bloco contém 2 trios elétricos: o primeiro é o trio elétrico da banda e o segundo é o chamado carro de apoio. No carro de apoio vende-se bebidas, tem banheiros femininos e masculinos, e serviço médico. É possível comprar acesso ao carro de apoio, é o chamado abadá vip, onde você paga mais caro mas pode ficar lá em cima, sentar um pouco ter e ter alguns serviços especiais.

Além do carro de apoio, dentro do bloco tem vários carrinhos que também vendem bebida. Alguns blocos vendem sorvetes. Comida, nunca vi. Esse ano surgiu o primeiro bloco open bar, mas a maioria a bebida não está inclusa. Como os blocos geralmente são patrocinados por empresas de bebidas, os preços das bebidas são tranquilos. Mas quem quiser economizar mais ou ter maior variedade de bebidas e marcas sempre do lado de fora da corda tem ambulantes vendendo bebidas. Mas é preciso ter cuidado quando for comprar bebidas. Levem geralmente dinheiro pequeno, para facilitar!!! Nada de levar nota de R$100.

Os foliões ficam dentro da corda. Em volta do bloco tem uma corda, literalmente, segurada por homens e mulheres: os cordeiros. Eles delimitam o espaço do bloco e fazem o bloco andar. Dentro tem vários fiscais e seguranças que evitam brigas e tiram os engraçadinhos sem abadá e os vendedores ambulantes.

Algumas dicas: evitem ir de correntes e acessórios muito chamativos. Nunca fui roubada no carnaval, mas é bom previnir, afinal “a ocasião que faz o ladrão”. Meninas tirem o salto e a sandálias das cabeças: pular carnaval é de tênis, é para você se divertir e não para ficar paradinha!! E quanto a chapinha… nem adianta fazer, ela não vai durar nada!!! Como disse levem dinheiro miudo, não concentrem em um só bolso. Levem xerox dos documentos necessários. Nada de bolsa. A roupa é short, abadá e tênis (tênis mesmo, não sugiro nem ir de all star).

O fundamental é: pular atrás do trio é o máximooooo!!! É uma sensação única que só quem pula em Salvador sabe!!! Você só pode morrer depois que for pro carnaval da Bahia!!!

Ai vai mais um vídeo para vocês sentirem um pouquinho mais do gostinho. Ivete no Campo Grnde tocando um dos hinos do Carnaval Baiano!!! We are Carnaval!!!

 

 

bjssss

…. pede CAMAROTE!!!

Pois é, tem gente que não aguenta pular 4, 5, 6, 7, 8, 9 h atrás do trio. Para essas pessoas, que não querem tanta confusão, já pularam muitos carnavais e querem sossego, os camarotes são uma boa alternativa. Hoje esses contam com uma super estrutura, e é deles que vou falar um pouco.

Primeiro coisa a falar é sobre os camarotes só para convidados. Esses são muito legais, pois além de você não pagar nada e ter de tudo, conta com gente legal e badalada. Os mais famosos são os camarotes de Daniela e o Camarote Expresso 2222 do ex-ministro Gilberto Gil. A grande questão fica em conseguir as camisas…

Mas se você não é influente e pertence ao mundo dos não famosos o jeito é pagar! Não faltam opções de todos os preços.

Acredito que os que mais valem a pena são os camarotes all-inclusive. Nesses camarotes tudo está incluso: comida, bebida e serviços. Apesar do preço ser mais alto valem muito a pena. Na parte de comida geralmente oferem buffet variados: comida japonesa, italiana, petiscos, sorvete  de marcas famosas, comida baiana, pizza e mais uma lista enorme. Na parte de bebidas oferecem, geralmente: água, refrigerante, whisky, energético, cerveja, vodka, ices, roskas (caipirinhas) e até pró-secos. Alguns camarotes oferecem mais tipos de drinks e bebidas (depende muito de quem está patrocinando o camarote, se é a 51 ou a Skol por exemplo) e para quem passa da conta tem um serviço médico (na verdade é obrigatório qualquer camarote e bloco terem serviço médico). A estrutura é enorme: boates com djs famosos e palcos com shows de bandas pequenas de axé e até grandes atrações (esse ano um camarote teve Jota Quest de atração e eu já fui para um com show de Marcelo D2). Além disso a parte de banheiro é ótima, sem contar os locais com cadeiras, pufs e tendas para você descansar. Muitos camarotes dão acesso à praia e contam com cabeleleiros e locais para você customizar sua camisa. Até cinema tem em camarote. O que você pensar a galera inventa e coloca nos camarotes. Outra característica é que esses camarotes têm muitos patrocinadores, que fazem ações no local e te enchem de brindes super utéis para o caranaval, como squeeze, porta dinheiro e lencinhos.

Mas se você tá no carnaval o que você quer ver são os trios. Cada vez mais os camarotes se preocupam na visão das pessoas, para não ficar aquele empurra, empurra pela frente. Você consegue ver bem, você fica na altira do cantor,  além de escutar perfeitamente (na hora que os trios passam o som do camarote é desligado). Alguns camarotes colocam também telões para a galera ver a rua de qualquer lugar. Uma novidade é que está ocorrendo uma interação entre trios e blocos: o Camarote do Reino (www.reinodafolia.com.br) criou uma passarela para ligar esse ao trio, portanto os cantores saem e cantam coladinhos com a galera do camarote; o Camarote do Nana (www.centraldocarnaval.com.br) criou um espaço para que Bel, cantor do Chiclete do Banana, saisse do trio e cantasse por alguns minutos dentro do camarote (a galera do bloco também continuava ouvindo e a banda continua no trio elétrico).

Para quem não quer gastar tanto tem os camarotes open-bar, somente com bebidas inclusas e os camarotes normais, sem nada inclusos.

Ai vão alguns vídeos rápidinhos desses camarotes que falei (no primeiro vídeo Durval, cantor do Asa só aparece na passarela no finalzinho):

Alguns camarotes que indico para quem quiser saber mais são: Camarote do Reino, Camarote do Nana, Camarote Skol (www.centraldocarnavalcom.br), Camarote de Ondina (www.camaroteondina.com.br), Camarote Oceania (www.camaroteoceania.com.br), Camarote Salvador (www.camarotesalvador.com.br), Planeta Othon (www.planetaothon.com.br) e Camarote Cerveja&Cia (www.axemix.com.br

Mas mesmo quem for para camarote tem que sair pelo menos 1 dias atrás do trio, pois essa sensação é únicaaaa!!!!

 

Bjs

Infelizmente quem é de fora só conhece os Filhos de Ganghy pela história do colar: muitos meninos de Salvador e até de fora (e incluo nessa lista muito de meus amigos) saem nos Filhos de Gandhy para trocarem o colar de contas  azul e branco (que faz parte da roupa) por um beijo. Ou seja, eles saem carregados de colares e ao final do carnaval voltam com quase nenhum. Toda essa história é muito divertida e até virou uma característica do carnaval baiano, porém os Filhos de Gandhy significam muito mais do que isso.

01

 82355

Esse ano essa entidade completou 60 anos. Foi fundado por estivadores portuários como uma forma de protestar contra as medidas de arrocho salarial em 1949 e acabou se tornando no maior afoxé do Carnaval de Salvador. Constituído exclusivamente por homens (hoje em dia já existe as Filhas de Gandhy, porém de tamanho muito menor), é inspirado nos princípios de não violência e paz de Mahatma Gandhi, e traz a religião africana ritmada pelo agogô nos seus cânticos de ijexá e na língua lorubá. A foto abaixo mostra a fantasia, que simboliza as vestes indianas.

 

Durante o percurso os Filhos de Gandhy borrifam Alfazema na Avenida. As cores dos colares é um referencial de paz e o afoxé enfoca Oxalá, que é o Orixá maior. O bloco contam com apoximadamente 10.000 associados de todas as idades e classes sociais.

Quem quiser saber mais entra no site www.filhosdegandhy.com.br 

bjs ;]

Sem preconceitos

Se você está se perguntando “se eu não gosto de axé o que eu vou fazer no carnaval de Salvador?” venho aqui responder que você tem muito a fazer por lá.

Primeiro ponto é que não há quem resista ao axé. Não há quem em pleno carnaval, veja Ivete, Asa, Chiclete, Timbalada… passar e não se arrepie, não mecha o pezinho e saia pulando!!! Não é presepada: o ritmo te domina.

Mas se você duvida do que eu te disse acima, te dou vários outros motivos para ir pro carnaval de Salvador. Lá não existe preconceito, toca de tudo!!!  A mistura é total, todos os ritmos são permitidos sem nenhum tipo de discriminação.

Se você gosta de forró tem bloco de forró. Esse ano mesmo teve o bloco Aviões do Forró Elétrico. Se você gosta de samba e pagode, também tem bloco: além das bandas baianas como Harmonia do Samba, outras bandas e cantores nacionais também tocam, como ExaltaSamba e Dudu Nobre. Se você gosta de rock lá já teve O Rappa. Sertanejo também já teve. Latino também já passou por lá, além de Xuxa, Jota Quest, Marcelo D2… e mais uma lista enorme!!!

Como estou morando em São Paulo e meus amigos adoram essa músicas eletrônicas, presto uma homenagem a eles com esses dois vídeos, pois se você acha que lá não tem esse tipo de música, se engana. Já passaram por lá David Guetta, Fatboy e Dj Tiesto. Por isso vou postar os dois vídeos desses djs em Salvador!!! Divirtam-se!!!

bjs

Se até Bono foi…

não é você que vai ficar de fora né???

Pois é… o carnaval de Salvador é cheiooo de celebridades nacionais e internacionais!!! Mesmo com todo boicote de algumas emissoras do país, que insistem em só falar do carnaval do Rio e São Paulo, esquecendo de valorizar os carnavais  de Recife e Salvador (o tempo, atenção e importância destinados a essas festas nas programações é mínimo, um absurdo!!!), a terrinha Baiana atrai cada vez mais os olhos internacionais, aumentando o número de turistas e de famosos todos os anos.

Mas o legal mesmo é que quando os cantores dos trios encontram outro cantor, banda.. enfim, qualquer pessoa que cante (ou as vezes não), eles fazem duetos, tocam as músicas, improvisam, gerando encontros históricos, como esse do vídeo: Ivete e Bono do U2!!! Sensacional!!!

Essa é uma das melhores características do carnaval de Salvador: a mistura!!! Todo mundo toca com todo mundo. Todo mundo toca tudo. Todos os estilos são permitidos. Encontros inesquecíveis. Homenagens emocionantes. Tudo isso você consegue viver em pleno carnaval.

Algumas informações sobre esse acontecimento: foi no carnaval de 2006, no circuito Dodô. Ivete tinha acabado de sair do Farol da Barra e encontrou Bono no camarote Expresso 2222, o camarote de Gilberto Gil (em breve explico tudo sobre os camarotes). O bloco é o Cerveja&Cia e se a memória não me falha, foi na quinta-feira de carnaval. Do lado de Bono está o seu baixista (o que usa sempre uma touca na cabeça) e o ex-ministro.

A partir do meio do vídeo é que Bono começa a cantar junto com Ivete, ele fala também coisinhas em português. É muito legal, vale a pena assistir até o final. A resolução do vídeo não está muito boa, mas dá para sentir um pouco da energia que é essa festa baiana!!! Se você se arrepiar vendo esse vídeo, isso não é nada… Ao vivo é muitoooooooooooooo melhor!!!!

Bjsss

Circuitos

Todo bom folião (ou futuro) do carnaval de Salvador, tem que saber que a festa está dividida em três circuitos! Então vou falar um pouquinho sobre eles!

 

Circuito Dodô

(É o circuito da foto desse blog) O nome é em homenagem a um dos fundadores do trio elétrico. Tem 4,5 km de extensão e foi inaugurado em 1996. O circuito sai do Farol da Barra e vai até Ondina. O grande charme é que o circuito é na orla de Salvador, então você pula o carnaval sentindo a brisa do mar. Os blocos geralmente desfilam a noite, o que torna o percurso mais tranquilo para os iniciantes. Geralmente a duração de cada bloco é de 4h a 6h atrás do trio, pulando sem parar!!! Durante os 6 dias tem bandas legais passando nesse circuito, mas o dia que bomba é sábado, quando passa Ivete, Chiclete e Asa!!! O percurso é lotado de camarotes legais (com megas estruturas: shows, restaurantes, cabeleleiro…) para aqueles que não tem pique de sair no bloco ou que querem prolongar após pularem. Ficar na pipoca é relativamente tranquilo nesse circuito.

 

 

Circuito Osmar

É o mais antigo, com 7km de extensão. Ele sai da Vitória/Campo Grande (exatamente em frente ao prédio onde Ivete mora) e retorna para lá. Passa por uma parte mais antiga e lugares como a Av. Sete e a Praça Castro Alves. Esse é o circuito punk: cada bloco dura de 6a 8h e saem durante o dia, ou seja: 8h pulando muto, debaixo do sol de 13h em pleno verão em Salvador (muitoooooooooooo quente)!!! Os melhores dias são domingo, segunda e terça, quando passam os blocos mais antigos e tradicionais, com grandes atrações: Ivete, Chiclete, Claudinha, Eva, Cheiro… Durante o percurso não tem tantos camarotes e a pipoca é beeeeemmmmmmm mais cheia!!!

 

 

Circuito Batatinha

Esse circuito compreende a área do Pelourinho e Centro Histórico, somando 15,5km de extensão. Trios elétricos não saem nesse circuito. Eu, apesar de ser uma apaixonada pelo carnaval de Salvador, nunca fui nesse circuito. Ele é mais para família, crianças, pessoas mais velhas… Tem aqueles bonecos gigantes, com umas bandinhas antigas. Acho que é o circuito mais tranquilo. Tem o charme de ser no Pelourinho, que fica mais bonito ainda, cheio de enfeites!!!

 

;D